quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

O Segredo do Vaticano revelado.



Uma explicação das profecias de Daniel 7 e Apocalipse 13 esclarecedora. Revelando detalhes e características da Besta do Apocalipse com fatos históricos.

48 comentários:

  1. não tera um governo mundia, mas as religiões estão anivelando o consceito sobre deus e sobre a moral,todos os lideres religioso estão asceitando a inverção dos valores cristãos, no entanto que ja tem igrejas dos omoxoais,no ambito da familia banalisou tudo,

    ResponderExcluir

  2. MADRETERESA: ”devemos aceitar a Deus da forma como Ele existe em nossa imaginação”
    mas não e so a tereza de calcuta que dioz isso,O RELATIVISMO ESTA ACABANDO COM A VERDADE

    ResponderExcluir
  3. Cristãos Relativistas? Vivemos em uma sociedade pós-modernista que está sendo assolada pelo relativismo. Primeiramente devemos saber o que é relativismo. Segundo o dicionário Aurélio seria: “teoria filosófica que se baseia na relatividade do conhecimento.” Já ouvimos por diversas vezes frases como esta: “Ah isto é relativo!”. Ou seja, as pessoas deste século são em grande parte relativistas, acreditam que não existem verdades absolutas. Os romanos ficavam encolerizados diante da simples menção de que Cristo estava acima dos outros deuses – ou, ainda, de que nenhum outro deus sequer existia. Para eles, era insuportável, tanto do ponto de vista político quanto religioso, a insistência cristã de haver um só redentor legítimo disposto a vir salvar a humanidade. Os romanos eram tolerantes com todos, menos com os intolerantes. Hoje as pessoas dizem que devemos ser tolerantes com as outras, principalmente se o assunto for moral, ética ou religião. E o pior de tudo isto é que o relativismo atingiu milhões de cristãos evangélicos. Hoje conversamos com evangélicos que acham que defender a fé cristã ante os algozes seria uma perda de tempo. Estudar doutrinas fundamentais – “Ah não, é muito entediante” – dizem alguns, estudar apologia – “Por favor, pare com isto, você acha que eu vou perder meu tempo estudando o que os outros pensam sobre Deus e Cristo, me faça o favor”, e assim milhões de evangélicos estão vulneráveis.

    ResponderExcluir
  4. Gálatas-1:6 Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; 1:7 O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 1:10 Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. 1:11 Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. 2 João
    1:9 Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.

    ResponderExcluir
  5. 2+Mateus - OS MANSOS ERDARÃO A TERRA
    5:5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
    SALMOS-37:3 Confiam no SENHOR e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado.
    37:9 Porque os malfeitores serão desarraigados; (ARRANCADO DE RAIZ) mas aqueles que esperam no SENHOR herdarão a terra.
    37:10 Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; olharás para o seu lugar, e não aparecerá.ELES NÃO TERÃO LUGAR POIS NÃO AVERA AS IMPURESA QUE HOJE TEM
    37:11 Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.NO REINO DE JESUS AVERA ABUNDÂCIA DE PAZ,OS QUE GUERREIAM não existe méis, JÁ NÃO TEM MAIS OS LADÕES JÁ SE FORMARAM CINZA DEBEICHO DOS PES DOS JUSTOS
    37:16 Vale mais o pouco que tem o justo, do que as riquezas de muitos ímpios.
    Os mansos herdarão a terra-37:18 O SENHOR conhece os dias dos retos, e a sua herança permanecerá para sempre.A ERANÇA DOS SALVOS NÃO TERA FIM,
    37:19 Não serão envergonhados nos dias maus, e nos dias de fome se fartarão. OS JUSTOS TERÃO ABUNDACIA DE ALIMENTO
    37:20 Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do SENHOR serão como a gordura dos cordeiros; desaparecerão, e em fumaça se desfarão.QUEM E OS INIMIGO DE DEUS
    37:22 Porque aqueles que ele abençoa herdarão a terra, e aqueles que forem por ele amaldiçoados serão desarraigados.ARANCADO DA TERRA,DESAPARESCERÃO SERÃO DESTREUIDOS
    37:29 Os justos herdarão a terra e habitarão nela para sempre. Aqueles que forem por ele amaldiçoados serão desarraigados.
    HABITARÃO PARA SEMPRE ISSO E ELE TERÃO CORPOS GLORIFICADO SEMELHANTE AO DOS AJOS ELES NÃO MORE MAIS, A MORTE E COISA DO PASADO,
    37:34 Espera no SENHOR, e guarda o seu caminho, e te exaltará para herdares a terra; tu o verás quando os ímpios forem desarraigados. OS SALVOS VÃOS VER A DESTRUIÇÃO DOS IMPIOS
    SALMOS+34:16 A face do SENHOR está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles. NA VOLTA DO SNHOR JESUS ATE A MEMORIA DOS IM PIOS SERA ARANCADA DA TERRA

    SALMOS-52:5 Também Deus te destruirá para sempre; arrebatar-te-á e arrancar-te-á da tua habitação, e desarraigar-te-á da terra dos viventes. NÃO PRCISA NEM ARGUMENTO PARA SABER O QUE VAI ACONTESCER COM OS IMPIOS PROVERBIO-2-21-PORQUE (OS RETOS HABITARÃO A TERRA, E OS IMTEGROS PERMANECERÃO NELA – SO OS RETOS E OS ITEGROS PERMANECERÃO+ 2-22-MAS OS IMPIO SERÃO ARRANCADOS DA TERRA; E OS ALEIVOSOS SERÃO DELA EXTERMINADOS. EXTERMINADO E DERTRUIDO

    ResponderExcluir
  6. Verdade, relativismo e o anticristão . Por PB. Giovane F. dos Santos O suicídio da verdade ocorre quando os homens por força de influências interiores ou por imposições ideológicas exteriores aceitam a mentira em detrimento de sua própria consciência. Se bem que nestes dias de relativismo declarado, difundido por intelectuais e universidades em todo mundo, a verdade tem sido fragmentada e fracionada a uma pequena e restrita visão de mundo particular. De acordo com essa vertente, a verdade não seria absoluta, mais uma colcha de retalhos ou um mosaico composto de várias verdades que formariam uma espécie de conjunto de verdades comungada pelos homens em diferentes culturas e lugares do planeta. As universidades endossam essa teoria, como também doutrinam seus alunos no tocante a esse pensamento. Percebe-se neste bojo, obviamente, o pensamento pós-moderno contrário aos parâmetros doutrinários religiosos judaico-cristãos e o apelo a uma falsa idéia de que todas as religiões são boas e conduzem mesmo que de formas diferentes a “Deus”, não importa que deus seja este. O Sem. Elton Roney Carvalho, em seu artigo: “O crescimento do relativismo religioso”, declara: "A proposta de uma fé baseada em um comodismo pessoal, aceitação de sentimentos desencadeados da própria construção da personalidade e inclusão de formas de religião e visão de mundo equivalentemente diferente, está cada vez mais em alta na atualidade da religião mundial, A visão global de uma espiritualidade centrada em uma verdade absoluta é gradativamente mais incoerente no pensamento racional atual. Na verdade, o que mais observamos é um crescimento das formas de expressões religiosas, porém, decrescente na forma de expressar uma identidade religiosa única. Não falamos mais de uma revelação de religião para a humanidade, mais, uma humanidade com diversas formas de religião; não mais um caminho de religarão do homem com a divindade, mas, várias possibilidades de "atalhos" para se chegar ao "patamar supremo", ou seja, a uma divindade" As novas gerações estão sendo trabalhadas para aceitar os ideais da aldeia global e também a suposta e falaciosa aceitação das diferenças como parte do processo de inclusão das culturas, credos e diferentes formas de visão de mundo de acordo com os processos de globalização que pregam a união dos povos e a derrubada dos entraves existentes, sejam estes entraves culturais, políticos, ideológicos ou religiosos. Este processo de mudança radical e de aceitação de tais valores esta se acelerando mais rápido do que nós imaginamos. O nosso mundo está sendo preparado para a ascensão do “grande líder mundial” e o palco para a exibição de seu show já está sendo montado. O relativismo cultural é apenas uma tentativa de domesticação das mentalidades, uma preparação ideológica bem urdida com o intento de neutralizar todas as resistências intelectuais, espirituais e morais que se opõem a sua consolidação efetiva como ideologia dominante.

    ResponderExcluir
  7. 8- O que é o pluralismo? O pluralismo é integralmente interligado ao ecumenismo. É a idéia de não existir verdade absoluta, assim aceitando “verdades” divergentes como igualmente válidas. Se aplicasse a mesma noção na sala de aula, uma professora elogiaria um aluno que respondesse que 2 + 2 = 4, e daria a mesma aprovação para outro que dissesse que 2 + 2 = 8. Cada um tem a sua própria verdade.
    No “ecumenismo cristão”, pessoas de igrejas diferentes aplicam o pluralismo para decidir que algumas doutrinas são essenciais, enquanto outras são sujeitas à interpretação, tradição e opiniões próprias. Desta maneira, podem achar essencial acreditar na morte e ressurreição de Jesus, mas não importante aceitar o que ele diz sobre o batismo. Podem dizer que é importante acreditar em Jesus, mas não precisa, necessariamente, acreditar nos milagres ou nos ensinamentos dele. No “macro-ecumenismo”, o pluralismo iguala tantas doutrinas diferentes que as únicas verdades universais são algumas noções muito generalizadas. Por exemplo, é importante promover a paz, o amor e a felicidade dos seres humanos. Passando destas idéias básicas, já entrariam em conflito. Em geral, quanto mais abrangente o ecumenismo, menor a “verdade” Mateus
    10:34 Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; Mateus10:35 Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
    O que Deus diz? Quando ecumênicos procuram aprovação de Deus, sempre destacam o amor dele, que é uma característica importantíssima da natureza divina (1 Pedro4:8 Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados. Mas, para tentar justificar a união do sagrado com o profano, esquecem da santidade dele, outro aspecto fundamental de seu caráter (Apocalipse 4:8). O ecumenismo depende de um EVANGELHO desequilibrada. No Velho Testamento, Deus sempre exigia pureza, santificação e separação das outras religiões. Antes de subir a Betel (casa de Deus), a família de Jacó teve que lançar fora seus “outros deuses” (Gênesis 35:2). Deus falou para Israel não ter nenhum outro Deus (Êxodo 20:1-3), e exigia uma intolerância absoluta em relação aos outros (falsos) deuses (Êxodo 22:20; 23:24). Adoração de qualquer outro deus é vista como desvio do Senhor (Êxodo 32:8; Juízes 2:12; 10:6). Josué insistiu na importância de servir somente o Deus verdadeiro, rejeitando os falsos deuses dos outros povos (Josué 24:14-15). Homens fiéis recusavam servir outros deuses, mesmo quando foram ameaçados de morte (Daniel 3:18).
    No Novo Testamento, Deus exige a mesma pureza e santificação. Servir falsos deuses é voltar á escravidão (Gálatas 4:8-9). Por isso, devemos nos guardar dos ídolos (1 João 5:21; 1 Coríntios 10:14), pois a idolatria é um pecado que impede acesso ao reino de Deus e leva à condenação eterna (1 Coríntios 6:9-11; Apocalipse 21:7-8). Os ensinamentos da Nova Aliança não somente condenam a idolatria, mas toda e qualquer forma da impureza (2 Coríntios 6:14 - 7:1). Qualquer um que nos incentiva a aceitar doutrinas que não vêm de Jesus Cristo deve ser rejeitado (Gálatas-1:6 Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; 1:7 O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 1:10 Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. 1:11 Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.

    ResponderExcluir
  8. 16
    Relativismo é a teoria filosófica que se baseia na relatividade do conhecimento e repudia qualquer verdade ou valor absoluto. Ela Essa filosofia afirma ainda que todas as posições morais, todos os sistemas religiosos, todos os movimentos políticos, etc., são verdades que são relativas ao indivíduo. Parte do pressuposto de que todo ponto de vista é válido.
    Infelizmente, a filosofia do relativismo é penetrante em nossa cultura moderna. (MODERNA) Com a rejeição de Deus, e do VERDADEIRO EVANGELHO, PAULO NOS ALERTOU SOBRE UM FALSO EVANGELHO ABRE O OLHO, DO ESPIRITO, Cristianismo, a verdade absoluta particular está sendo praticamente abandonada. Nossa sociedade pluralista deseja evitar a idéia que há realmente o certo e o errado. Isto é demonstrável através de nosso ambiente social: do sistema judicial deteriorado que possui cada vez mais dificuldades em punir os criminosos, da mídia que continua a nos empurrar o seu pacote particular do que sejam moralidade e decência, de nossas escolas que ensinam a evolução e a "tolerância social", etc. Como conseqüência, o relativismo moral está cada vez mais ganhando espaço no sentido de encorajar a todos em aceitar o homossexualismo, a pornografia na TV, a fornicação, e uma avalanche de outros pecados que outrora foram considerados errados e perniciosos, mas que agora estão sendo aceitos e até mesmo encorajados em nossa sociedade. Isto se infiltrou tanto em nossa moderna maneira de pensar que se você falar algo contra o relativismo e sua vã filosofia, então prontamente te rotulam como fanático intolerante. No entanto, é necessário esclarecer que isto não passa de hipocrisia por parte daqueles que condena quem afirme que exista ainda moralidade absoluta hoje em dia. Parece que o único objetivo de seus proponentes é afirmar que todos os pontos de vistas a respeito do que seja a “verdade” são válidos, menos aqueles que defendem que há verdades absolutas, um Deus absoluto e coisas certas e erradas de modo absoluto.
    Algumas expressões típicas que revelam basicamente as pressuposições dos relativistas são: "Esta é a sua verdade, não a minha”; "Isto é verdadeiro para você, mas não para mim," e "Não Há verdades absolutas."
    Do ponto de vista lógico todas estas declarações não procedem. Nossa sociedade não pode florescer nem sobreviver em um ambiente onde todos fazem aquilo que acham melhor para si, onde que as circunstancias e a situação são os fatores que determinam suas ações, onde a mentira ou o engano é totalmente aceitável. Sem uma base comum de verdades absolutas, nossa cultura tornar-se-á fraca e fragmentada,
    Contudo, devo admitir, entretanto, que há validade para alguns aspectos positivo do relativismo. Por exemplo, que uma sociedade considera direito (dirigir do lado esquerdo do carro) enquanto outra considera errado. Esses são costumes que são certo para uns e errado para outros.

    ResponderExcluir
  9. 18+DEVEMOS CONSTRUIR PONTES E NÃO MUROS, Sem considerar que o tema pontes não é mencionado pela Bíblia e que muros aparecem em torno de trinta vezes no texto sagrado, separação é um assunto recorrente no Plano de Salvação. Construir muros é uma exigência de Deus e visa distinguir amigos de inimigos (veja Is 62.6). Isaías
    62:6 Ó Jerusalém, sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao SENHOR, não haja descanso em vós, Muros ofereciam proteção contra os inimigos e também, simbolicamente, diante da influência exercida por aqueles que não criam no Deus de Abraão, Isaque e Jacó (veja Is 26.1-2). Isaías-26:1 NAQUELE dia se entoará este cântico na terra de Judá: Temos uma cidade forte, a que Deus pôs a salvação por muros e antemuros. 26:2 Abri as portas, para que entre nelas a nação justa, que observa a verdade. Era assim na Antiga Aliança, e na Nova Aliança encontramos a ordenança de demarcar fronteiras e estabelecer os limites entre os renascidos e os que apenas dizem crer em Jesus. Paulo escreve: “” (1 Coríntios
    2:14 Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Será que é necessária uma exortação ainda mais clara sobre a necessidade de distinção entre cristãos renascidos e cristãos apenas nominais? Como se processa o “ide” de Jesus se no fundo todos “crêem” em algum deus? A quem devo pregar o Evangelho se construo pontes, indicando que a fé e a descrença nem se encontram tão distantes uma da outra?OS CRENTES BAICHARAM A GUARDA E A DESCRENÇA SUBIU UM POUQUINHO, MAS NO DEUS DOS RELIGIOSOS, A diferença que existe entre um cristão renascido e um cristão nominal não será anulada através de uma ponte, mas somente pelo amor de Deus. E uma das características imutáveis do amor de Deus é a verdade. Por mais que desejemos, não existem pessoas semi-salvas; há apenas salvos e perdidos. Quando construímos uma ponte para as pessoas perdidas, isso acontece apenas no sentido de atraí-las para o lado da verdade, de conduzi-las das trevas para a luz. Tal ponte serve apenas para salvação e não para um entendimento entre cristãos nominais, dando a entender que, de alguma forma, todos acreditamos nas mesmas coisas. Quem constrói esse tipo de ponte torna-se culpado em relação aos que chama de cristãos sem que o sejam realmente, com base na verdade bíblica. Unidade no que é relevante liberdade no que é secundário e, acima de tudo, o amor Essa fórmula de Agostinho (citada livremente) é aparentemente lógica, mas também apresenta dois problemas: Primeiro, ela passa a impressão de que a mensagem bíblica se divide em partes relevantes e secundárias, importantes e sem importância, em princípios básicos, que devem ser seguidos por todos os cristãos, e doutrinas secundárias que cada um pode interpretar como quiser. Isso acabou conduzindo a uma fórmula que se tornou popular nos últimos anos: “O que importa é Jesus, o resto não interessa”. Essa afirmação dissocia a pessoa de Jesus Cristo de Seus ensinamentos e da missão que nos deu. O alvo de muitas iniciativas “interconfessionais” é a conversão e não o ensino. O objetivo evangelístico justifica, por assim dizer, os meios, e reduz as diferenças ao “menor denominador comum”. Quando construímos uma ponte para as pessoas perdidas, isso acontece apenas no sentido de atraí-las para o lado da verdade, de conduzi-las das trevas para a luz,

    ResponderExcluir
  10. 20-A luta contra a inversão de valores “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce por amargo!". Is 5.20
    Verdade Aplicada Os valores éticos e morais con¬tidos na Palavra de Deus são absolutos, imutáveis e insubs¬tituíveis. Objetivos da Lição
    ►01MOSTRAR que o Deus Eterno está sendo trocado pelo passa¬geiro, temporal, efêmero(UM DEUS SEM AUTORIDADE,
    ►02 Destacar mudança de com¬portamento do ser humano frente às verdades bíblicas.
    ►03 Ressaltar a comercialização da fé e a exploração das pessoas por outras inescrupulosas. Textos de Referência Rm 1.21-Porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tor¬naram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo sê-lhes o coração insensato.
    Rm 1.25-Pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!
    Rm 1.26-Por causa disso, os en¬tregou Deus a paixões infames; porque até as suas mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza;
    Rm 1.27-Semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.
    A inversão dos valores Os valores éticos e morais encontrados na Bíblia são absolutos e insubstituíveis, porque estão fundamentados na Palavra e no caráter de Cristo. (2 Pe 3.3). “Sabendo primeiro isto: que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências” 2 Pedro-2:2 E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
    A palavra “valor (Normas ou princípios morais que orientam a conduta das pessoas.)” origina-se do latim e significa “ser digno”. “Valores”, no contexto desta ESTUDO, referem-se aos princípios éticos e sociais aceitos por uma pessoa ou grupo, isto é, ao comportamento humano; suas regras e padrões. Atualmente, tem havido uma “inversão” desses valores: a ética e a moral cristãs, antes aprovadas pela sociedade, vêm sendo sistematicamente substituídas por princípios amorais mundanos,
    Isaías-5:18 Ai dos que se prendem à iniqüidade com cordas de engano, e ao pecado com cordas de carroça, 19 e dizem: "Que Deus apresse a realização da sua obra para que a vejamos; que se cumpra o plano do Santo de Israel, para que o conheçamos".20
    Ai dos que chamam ao mal bem e ao bem, mal, que fazem das trevas luze da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, amargo! 23
    dos que por suborno absolvem o culpado, mas negam justiça ao inocente! 24
    Por isso, assim como a palha é consumida pelo fogo e o restolho é devorado pelas chamas, assim também as suas raízes apodrecerão e as suas flores, como pó, serão levadas pelo vento; pois rejeitaram a lei do Senhor dos Exércitos, desprezaram a palavra do Santo de Israel. 25
    Por tudo isso a ira do Senhor acendeu-se contra o seu povo, e ele levantou sua mão para os ferir. Os montes tremeram, e os seus cadáveres estão como lixo nas ruas. Apesar disso tudo, a ira dele não se desviou; sua mão continua erguida.

    ResponderExcluir
  11. PREPARANDO 2 Coríntios –11-1 Eu gostaria que vocês me suportassem mesmo quando sou um tanto louco. Por favor, me suportem.
    2 O mesmo zelo que Deus tem por vocês eu também tenho. Porque vocês são como uma virgem pura que eu prometi dar em casamento somente a um homem, que é Cristo.
    3 Pois, assim como Eva foi enganada pelas mentiras da cobra, eu tenho medo de que a mente de vocês seja corrompida e vocês abandonem a devoção sincera e pura a Cristo.
    4 Porque vocês suportam com alegria qualquer um que chega e anuncia um Jesus diferente daquele que nós anunciamos. E aceitam um espírito e um evangelho completamente diferentes do Espírito de Deus e do evangelho que receberam de nós.
    5 Eu não acho que tenho menos valor do que esses tais “super-apóstolos”!
    6 Talvez eu seja um principiante no falar, mas no conhecimento não sou. Sempre e em todas as situações temos dado provas disso a vocês.PERGUNTA--Provérbios
    14:31 O que oprime o pobre insulta àquele que o criou, mas o que se compadece do necessitado o honra.
    LUCAS- 14:26 Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo, Mateus
    10:35 Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; Lucas
    12:53 O pai estará dividido contra o filho, e o filho contra o pai; a mãe contra a filha, e a filha contra a mãe; a sogra contra sua nora, e a nora contra sua sogra. Provérbios 26.28
    A língua falsa odeia aqueles a quem ela tenha ferido e a boca lisonjeira opera a ruína.
    2 Coríntios 11.4- OUTRO EVANGELHO Porque, se alguém vem e vos prega outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, de boa mente o suportais! Gálatas 1.6 Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho, 1:7 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja SEM VALOR. Gálatas 1.8- O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transformar o evangelho de Cristo em outro. Gálatas 1.9- Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja SEM VALOR. Mas será que o outro evangelho já esta no meio dos sinceros servo do eterno? Efésios5:11 E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes as condenai. QUANDO DIZ NÃO, E NÃO E NÃO E RELATIVO, Efésios5:12 Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe. ATE O DISES O QUE FOLAM E VERGONHOSO, 1 Coríntios-14:7-14:8 NOS 2 VERSO PAULO FAZ UMA COMPARAÇÃO SOBRE UMA ORQUESTRA QUE TODOS OS INSTRUMENTOS TEM QUE ESTAR TUDO AFINADO PARA TER UMA BOA MUSICA--

    ResponderExcluir
  12. Colossenses
    3:5 Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre MIM : a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
    João 7:38. Quem crê em mim, como diz a Escritura, (1 Pedro
    4:11 Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém. Julguem nos pelos frutos do ensino-1 Coríntios 4.6 Ora, irmãos, estas coisas eu as apliquei figuradamente a mim e a Apolo, por amor de vós para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, de modo que nenhum de vós se ensoberbeça a favor de um contra outro. (Mateus 7: 7:15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Isaías
    5:20 Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo! 1 Coríntios 4.6-Ora, irmãos, estas coisas eu as apliquei figuradamente a mim e a Apolo, por amor de vócés para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, de modo que nenhum de vós se ensoberbeça a favor de um contra outro. (DISSE DEUS EU NÃO MUDO) 1 Tessalonicenses5:21 Examinai tudo. Retende o bem. (MAS COM O RELATIVISMO EM VOGA TUDO E BOM, 5:22 Abstende-vos de toda a aparência do mal. MAS O QUE E MAU PARA UMA PESSOA SERIA BOM PARA OUTRA? 2 Coríntios-6:15 E que concórdia há entre Cristo e (Belial)(IDOLO(? Ou que parte tem o fiel com o infiel?1-corintios-10:20 Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios.•. 10:19 Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? ALIMENTOS - SOLIDO OU LEITE-2 Coríntios3:17 Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.
    1 Coríntios3:2 Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes” (2 Tm COMO VOCE LÉ A BIBLIA, COM UMA IDEIS JÁ FORMADA QUE ALGUEM FORMOU A MUITOS ANOS, VOCE COMPAROU ESTA IDEIA COM OS ESCRITOS BIBLICOS, Hebreus 5:14 “Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal.”(MAS TODOS DISEM QUE SABE O QUE E O MAL) 2 Timóteo-3:5 Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.


    ResponderExcluir
  13. Sobre a idolatria evangélica--A idolatria evangélica se consolida de maneira incontestável. Não há como escapar das evidências gritantes que denunciam esta crescente onda de se prestar culto a deuses que vão sendo criados, sacramentados e adorados nos altares levantados pelo povo outrora avesso a tal prática. Os templos deixaram de serem lugares de adoração e se transformaram lugares adorados.
    A idolatria por templos há muito vem se instalando entre as denominações que disputam a primazia arquitetônica. A idolatria aqui se configura nos milhões investidos em igrejas repletas de artifícios high tec, mas podem se manifestar no pretensioso e ambicioso futuro centro de romaria gospel que a seita IURD irá construir em São Paulo.
    Podemos encontrar templos que consumiram milhões em dízimos e ofertas que hoje estão abandonados, porém, o cúmulo do absurdo é saber que há até denominações cometendo a insensatez de transformar templo em museu!
    A pastorlatria, a bispolatria e a apostolatria chegam a níveis tão escabrosos que alguns deles já se auto intitulam “pais” e “patriarcas” – isto é idolatria pra diabo nenhum botar defeito!

    Homens e mulheres que deveriam levar as pessoas à adoração ao único Deus roubam a glória do Criador com suas excentricidades e performances recheadas de efeitos especiais; com técnicas de oratória e muito, muito jogo de cintura. Estes são capazes de gerar cartases coletiva em estádios lotados de gente ignorante das verdades bíblicas. Os tais estão longe da vida piedosa e da santidade características de verdadeiros servos de Deus.
    Na era das celebridades instantâneas, cantores, bandas e outros artistas do meio evangélico levam plateias ao delírio – plateias estas, em sua grande maioria, atraídas pelos espetáculos de luzes e sons ou simplesmente interessados em seus ídolos, nada mais. Alguns ensaiam gritos que confessam seus pecados ao escancararem sua apostasia: cadê você, eu vim aqui só pra te ver
    Não poderia deixar de comentar sobre as famigeradas e idolátricas campanhas e correntes que se instalaram de tal maneira nas mais distintas denominações, deformando a prática da fé de tal forma que muitos crentes de hoje são tão viciados em patuás e mandingas à moda evangélica que muitos deles não dão um passo sequer sem certas práticas ritualísticas, ou sem seus objetos de sorte. É fogueira santa pra cá; é sal grosso e rosa ungida pra lá… Enfim, tudo tão. Semelhante ao paganismo e pra macumbeiro nenhum botar defeito!
    Mas, ainda há muitas coisas que os crentes modernos idolatram. Em tempos de supervalorização da estética e apego material, há muitos crentes que idolatram seus próprios corpos, que dedicam horas e horas para alcançar um bumbum perfeito, mas não encontram tempo para orar e praticar devocional bíblica. Há os que idolatram seus bens, suas famílias, seus hobbies, suas empresas, suas agendas e até suas carreiras.
    Toda idolatria é demoníaca, logo, crentes idólatras estão desviados e não têm parte com Deus. É preciso que haja reconhecimento de que tais práticas são reprováveis; faz-se também necessário o arrependimento e conversão genuínos, seguidos de sincera decisão em viver sob o domínio do Espírito DE DEUS Santo e a regência da Palavra. Só assim haverá libertação.
    PR Aécio Felismino da Silva

    ResponderExcluir
  14. Mundanismo, a Lepra Espiritual.
    Uma das tragédias da vida cristã é ver aqueles que professam o nome de Cristo chafurdarem na imundície deste mundo e depois tentarem "testemunhar" para ele!
    É triste observar que, conforme a Época da Graça se prolonga, o povo de Deus parece mais determinado do que nunca a adotar as atitudes e ações do mundo. As modas vêm e vão, mas uma coisa continua constante — cada uma delas consegue deixar sua marca indelével sobre certos segmentos da cristandade. Para aqueles de nós que já acumularam certa "quilometragem", vemos esse fenômeno a partir da perspectiva de ter passado por grande parte dele. Eu realmente gostaria de poder expressar com palavras adequadas aos jovens o quanto a sociedade mudou nos últimos quarenta ou cinqüenta anos. Isso nos faz pensar em quanto mais o Senhor permitirá que esse processo continue antes de vir buscar Sua igreja.
    Como podemos esperar, a Palavra de Deus tem muito a dizer sobre os assuntos mundanismo e separação. Com a ajuda de Deus, gostaria de explorar ambos os tópicos em profundidade. Começaremos tentando definir a palavra "mundanismo". É o substantivo do adjetivo "mundano" e o Dicionário Aurélio define assim: "Vida mundana; hábito daqueles que só procuram gozos materiais". A partir dessa definição, vemos que não é absolutamente uma palavra que seria usada para descrever um cristão. Ser mundano é aderir e seguir aquilo que caracteriza as atitudes e ações das massas; dos incrédulos — aqueles que estão perdidos. Além disso, precisamos compreender que é uma coisa extremamente fácil de fazer. Tudo o que precisamos é "seguir as massas", seguir o caminho da mínima resistência. A natureza humana nos predispõe para o mundanismo. Antes de sermos salvos, o mundanismo era um modo de vida. Após a salvação, ganhamos uma nova natureza, mas a velha natureza pecaminosa não foi erradicada. Por isso, estamos em uma situação que garante uma vida de conflito contínuo!

    ResponderExcluir
  15. Talvez você já tenha ouvido a história sobre um velho chefe indígena que se converteu a Cristo. Certa vez, dois de seus irmãos "caras pálidas" foram visitá-lo e um deles perguntou como estava indo sua vida espiritual. O velho chefe respondeu que era como se ele tivesse dois cachorros vivendo dentro dele — um branco e um preto e eles brigavam constantemente! Após conversarem um pouco, um daqueles homens perguntou: 'Afinal, quem ganha a luta?' A resposta do chefe foi clássica: "Aquele que eu alimento mais." Embora seja uma ilustração simples, ela nos dá um quadro vívido da batalha que ocorre todos os dias dentro de nós. Se alimentarmos nossa nova natureza por meio do estudo da Palavra de Deus e da oração, crescemos "na graça e no conhecimento do Senhor". No entanto, se continuarmos a festejar "com as bolotas que os porcos comem", não devemos esperar muito progresso na vida espiritual.
    O apóstolo Paulo menciona essa luta em Romanos 7:15-25. O que ele diz é vital para nossa compreensão do problema, de modo que incluímos todo o texto aqui:
    "Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado."
    Essa luta interior, que Paulo descreve tão bem, deve ser igual a que experimentamos. Sabemos o que é melhor, mas nem sempre fazemos o que é melhor! Certo? Bem, preciso me apressar em dizer que só porque essa é uma aflição comum, não quer dizer que tenhamos uma desculpa para nossas ações.

    ResponderExcluir
  16. Eclesiastes1
    Refleti nisso tudo e cheguei à conclusão de que os justos e os sábios, e aquilo que eles fazem, estão nas mãos de Deus. O que os espera, seja amor ou ódio, ninguém sabe.
    2
    Todos partilham um destino comum: o justo e o ímpio, o bom e o mau[21], o puro e o impuro, o que oferece sacrifícios e o que não os oferece. O que acontece com o homem bom, acontece com o pecador; o que acontece com quem faz juramentos, acontece com quem teme fazê-los.
    3
    Este é o mal que há em tudo o que acontece debaixo do sol: o destino de todos é o mesmo. O coração dos homens, além do mais, está cheio de maldade e de loucura durante toda a vida; e por fim eles se juntarão aos mortos.
    4
    Quem está entre os vivos tem esperança; [22] até um cachorro vivo é melhor do que um leão morto!
    5
    Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles.
    6
    Para eles o amor, o ódio e a inveja há muito desapareceram; nunca mais terão parte em nadado que acontece debaixo do sol.
    10
    O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força, pois na sepultura[24], para onde você vai, não há atividade nem planejamento, não há conhecimento nem sabedoria.
    11
    Percebi ainda outra coisa debaixo do sol: Os velozes nem sempre vencem a corrida; os fortes nem sempre triunfam na guerra; os sábios nem sempre têm comida; os prudentes nem sempre são ricos; os instruídos nem sempre têm prestígio; pois o tempo e o acaso afetam a todos.
    12
    Além do mais, ninguém sabe quando virá a sua hora: Assim como os peixes são apanhados numa rede fatal e os pássaros são pegos numa armadilha, também os homens são enredados pelos tempos de desgraça que caem inesperadamente sobre eles.
    Eclesiastes-9:10 Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma. 9:11 Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. 9:12 Que também o homem não sabe o seu tempo; assim como os peixes que se pescam com a rede maligna, e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enlaçam também os filhos dos homens no mau tempo, quando cai de repente sobre eles.EMVIEM O SEU COMENTAROI SOBRE O TEXTO ACIMA,

    13
    Também vi debaixo do sol este exemplo de sabedoria que muito me impressionou:
    14
    Havia uma pequena cidade, de poucos habitantes. Um rei poderoso veio contra ela, cercou-a com muitos dispositivos de guerra.
    15
    Ora, naquela cidade vivia um homem pobre mas sábio, e com sua sabedoria ele salvou a cidade. No entanto, ninguém se lembrou mais daquele pobre.
    16
    Por isso pensei: Embora a sabedoria seja melhor do que a força, a sabedoria do pobre é desprezada, e logo suas palavras são esquecidas.
    17
    As palavras dos sábios devem ser ouvidas com mais atenção do que os gritos de quem domina sobre tolos.
    18
    A sabedoria é melhor do que as armas de guerra, mas um só pecador destrói muita coisa boa.

    ResponderExcluir
  17. Ovelhas-Marionetes-- VEJO MULTIDÕES COMO OVELHAS-MARIONETES NAS MÃOS DE OBREIROS FRAUDULENTOS E MANIPULADORES DE MULTIDÕES
    Quando olho para as multidões que invadem os templos das igrejas dos movimentos evangélicos que mais crescem no Brasil, vejo cada uma daquelas pessoas como ovelhas-marionetes. Pessoas que estão ligadas às linhas invisíveis das maquinações de homens e mulheres que parecem tentar transformar a Igreja em um grande palco para suas bem sucedidas “empresas”.
    Creio em milagres, em manifestações sobrenaturais, em libertação e todas as outras evidências do poder de Deus. Não tenho problema nenhum com nada disto. Minha indignação é contra aqueles que usam e abusam destes temas para atrair os incautos, como se só em suas igrejas ou em suas concentrações, e sob seus comandos estas coisas acontecessem! “A mão de Deus está aqui!”, reza o jargão de um homem que está fazendo o maior sucesso entre os moribundos, desesperados ou simplesmente entre curiosos e caçadores de bênçãos. Mas, a mão de Deus está em todo lugar onde invocarmos Seu nome – não necessariamente dentro de um templo, Confesso que as maneiras como as pessoas são manipuladas chegam a me assustar e causar certa revolta. Há poucos dias, por exemplo, passei em frente a um salão onde funciona uma igreja e vi a imagem de um enorme pássaro com as asas abertas e disse ironicamente para minha esposa: “Olha um urubu em cima do púlpito!”. Ela me repreendeu dizendo: “Pára! É uma águia!”… Mas para mim, tanto faz urubu como águia, em cima de púlpito nenhum bicho diz nada com coisa nenhuma!
    Nem a Bíblia mais escapa! Vender Bíblia com a promessa de vitória financeira é o fim da picada! Só falta o apresentador dizer no bom caraoquê: “Aquele irmão que não adquirir esta Bíblia tá ralado!”.
    Falar das promoções de livros (muitos deles de teologia dúbia) dizendo que a única intenção é “abençoar os irmãos” é estelionato, são 171! A gente sabe que no fundo tudo é muito lucrativo! Outra coisa que vejo, e que acho uma grande covardia, é o prazer masoquista que certos fazedores de milagres têm de colocar velhinhos caquéticos para desfilarem bambeando perante seus públicos! Isto sim é cruel… E depois? E depois… Aqueles velhinhos possivelmente voltarão para suas casas de muletas, ou em cadeiras de rodas! Mas, o que vale mesmo é a autopromoção, não importa se os velhinhos foram curados ou usados como gancho para o IBOPE… Vejo também com muita preocupação a concorrência mórbida na disputa do tipo “quem cura mais”. Penso que se vangloriar com resultados de exames médicos nas mãos e tripudiar sobre as igrejas concorrentes são mais que tosco: é obsceno!
    Aborreço-me só de ouvir aquelas vozes macilentas, cheias de engano que os televangelista manipuladores fazem-nos ouvir em seus ridículos e insuportáveis programas supostamente interessados em “pregar o Evangelho” – digam-se de passagem, quase todos os referidos programam a meu ver até contém alguma coisa do Evangelho, mas são altamente poluídos pelas induções humanas, pelas falácias das doutrinas carregadas de heresias; pelas indulgências em forma de rosa, sal e óleos; além dos indecentes carnêzinhos supostamente milagrosos e das malditas campanhas e correntes, que nos dão a nítida impressão de que o interesse é a fidelização da clientela ávida por curas, prosperidade, soluções relacionais e outras “bênçãos” – as aspas aparecem aqui por que o que muita gente pensa que é benção pode ser maldição, conforme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malaquias
      2:1 AGORA, ó sacerdotes, este mandamento é para VOCÉS. 2:2 Se não ouvirdes e se não propuserdes, no vosso coração, dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei a maldição contra vós, e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e também já as tenho amaldiçoado, porque não aplicais a isso o coração.
      Por outro lado, me aborreço também em ver naqueles programas e conhecer pessoas que dão sinais de que gostam mesmo de ser manipuladas e enganadas, pois algumas práticas são tão medonhas que até o mais cego dos cegos pode perceber, usando apenas a inteligência e o raciocínio que algumas coisas não têm nada a ver com a mensagem de Cristo ou dos Apóstolos.
      Como pode uma pessoa acreditar que é necessário tomar um copo com água supostamente abençoado por alguém que está apenas seguindo um roteiro de um programa muito bem projetado, seguindo apenas uma fórmula que “deu certo”? Aliás, aquilo é tão mecânico e tão estupidamente frio, que a gente percebe que os indivíduos já nem disfarçam mais a falsa comoção com a qual fazem o que vou chamar de “chantagem espiritual” – eles chamam de prece ou oração. Enfim, vejo também que as pessoas não se esforçam para buscar conhecimento nas Escrituras. Aí sim, elas entenderiam que sal grosso é muito útil em um bom churrasco, mas é totalmente inútil para possibilitar a benção de Deus?
      Por enquanto, vou continuar com meu inconformismo e indignação, vendo multidões de pessoas como marionetes, brinquedos fáceis de manejar sob as hábeis mãos dos empresários e marqueteiros da fé, os quais se multiplicam como uma praga em nossos dias!

      Excluir
  18. “Onde está o Senhor, o Deus de Elias?”, perguntamos. E a resposta é óbvia: “Onde sempre esteve no seu trono”. Mas, onde estão os Elias de Deus? Sabemos que Elias foi “um homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos”. Mas infelizmente não somos homens com orações semelhantes às dele. Um homem que ora, para Deus, é poderoso. Mas hoje o Senhor está passando de largo pelos homens, não porque sejam imprestáveis, mas porque são por demais autossuficientes. Irmãos, nossa capacidade nos deixa incapacitados; e nossos talentos constituem um tropeço para nós.
    Elias saiu da obscuridade e entrou no palco do Velho Testamento já homem feito. A Rainha Jezabel, aquela filha do inferno, havia removido os sacerdotes de Deus e posto no lugar deles altares para os falsos deuses. A terra estava coberta de trevas, e o povo envolto em escuridão espiritual. E o pecado campeava. A nação se mostrava cada dia mais impura com a proliferação de templos pagãos e ritos idólatras; a toda hora subia ao céu a fumaça dos milhares de altares ímpios.

    E tudo isso acontecia no meio de um povo que se dizia descendência de Abraão, de uma gente cujos ancestrais haviam clamado a Deus nas horas de aflição, e dessa forma foi liberto das suas tribulações. Como estava distante o Deus da glória! O sal perdera seu sabor! O ouro perdera o polimento! E em meio a toda essa imensa apostasia, Deus levantou um homem; não uma comissão, nem uma nova denominação, nem um anjo, mas um homem, com sentimentos semelhantes aos nossos. Deus procurou entre eles um homem, não para pregar, mas para se colocar na brecha. E, como Abraão fizera antes, agora Elias estava na presença do Senhor. O resultado foi que tempos depois o Espírito Santo pôde escrever a história dele com apenas duas palavras: “E orou”. Isso é tudo que uma pessoa pode fazer para Deus e para a humanidade. Se a igreja hoje contasse com tantos intercessores quantos são seus conselheiros, teríamos um avivamento dentro de um ano.
    Os homens que oram assim são os grandes benfeitores da humanidade. Elias foi um deles. Ele ouviu uma voz, teve uma visão, experimentou o poder espiritual, avaliou o inimigo e, tendo Deus como parceiro, conquistou a vitória. E as lágrimas que derramou a agonia de alma que suportou, os gemidos que exprimiu estão todos registrados no livro das crônicas de Deus. Por fim, ele surgiu para profetizar com infalibilidade divina. Conhecia a mente de Deus. E foi assim que, sozinho, paralisou toda uma nação e modificou o curso da natureza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. . Esse homem decidido permaneceu firme e imperturbável como as montanhas de Gileade, no momento em que cerrou os céus para que não chovesse. Com a chave da fé, que serve em qualquer fechadura, ele trancou os céus, pôs a chave no bolso, e fez Acabe estremecer. E embora seja glorioso o fato de Deus poder usar um homem, ainda mais glorioso é ele ser atendido por Deus. Se um homem de Deus se puser a gemer “no Espírito”, Deus clamará “Deixa-me ir”. Talvez nos empolgasse a idéia de operarmos as maravilhas que Elias operou, mas será que apreciaríamos ser banidos?
      Irmãos, se quisermos realizar a obra de Deus à maneira de Deus, no tempo determinado por ele, com o poder divino, teremos a bênção do Senhor e a maldição do diabo. Assim que Deus abre as janelas do céu para nos abençoar, o inimigo abre as portas do inferno para nos intimidar. Receber a aprovação de Deus implica em topar com a carranca do diabo. Simples pregadores podem ajudar muita gente, sem prejudicar a ninguém; mas os profetas de Deus agitam a todos, ao mesmo tempo que deixam o diabo louco. O pregador talvez agrade ao povo; um profeta o contrariará. O homem que se mostra descompromissado, inspirado e cheio de Deus, está sujeito a ser taxado de impatriota, por censurar os pecados de sua nação, ou de descaridoso porque sua língua é como espada de dois gumes; ou de desequilibrado porque o peso da opinião da maioria dos pregadores é contrária a ele. O mero pregador é aclamado; o profeta de Deus é perseguido.
      Ah, irmãos pregadores, nós apreciamos imensamente os grandes santos de Deus do passado, os nossos missionários, mártires, reformadores, como Lutero, João Bunyan, Wesley, etc. Nós escrevemos as biografias deles, reverenciamos seus feitos, compomo-Ihes elogios e erguemo-lhes memoriais. Fazemos qualquer coisa, menos imitá-los. Apreciamos o sangue que eles derramaram, mas não deixamos que se derrame nem uma gota do nosso!
      João Batista conseguiu ficar seis meses solto. Em nossos dias, numa de nossas cidades, nem ele nem Elias teriam vivido um mês. Teriam sido presos antes disso, lançados numa prisão ou num hospital de doentes mentais, acusados de julgarem os outros, e de não abrandarem um pouco sua mensagem.
      Nossos evangelistas de hoje estão de olhos abertos contra o comunismo, mas não dizem uma palavra contra os outros ismos que inundam o país. Será que não existe um mensageiro hoje, cheio do Espírito Santo, revestido de toda armadura de Deus, para denunciar o inimigo com toda autoridade? Somente a oração poderá manter acesa a chama de nosso coração e conservar nossos olhos fixos na visão. Esse Elias, que tinha um vulcão no coração e uma voz de trovão, surgiu no cenário do reino justo numa época bem parecida com esta que vivemos.
      As dificuldades com que se depara o evangelismo mundial são incontáveis. Mas isso só serve para estimular os mais decididos.
      “Vês rios que parecem intransponíveis?
      Vês montanhas nas quais não se podem abrir túneis?
      Deus se especializa em realizar o que julgamos impossível,
      E pode realizar o que nenhum outro poder consegue”.
      O preço é elevado. Deus não quer ser apenas nosso sócio; quer ser nosso proprietário.

      Excluir
  19. Elias viveu com Deus. Ele via o pecado da nação como Deus via. Entristecia-se por causa dele, do modo como Deus se entristecia; repreendeu o pecado, do modo como Deus repreendia. Era fervoroso em suas orações e ardoroso em denunciar os males do povo. Sua pregação nada tinha de brandura; era repassada de fervor; e suas palavras abrasavam o coração das pessoas como um metal incandescente lhes queimaria a pele.
    Mas “o Senhor firma os passos do homem bom, e no seu caminho se compraz” (Sl 37.23). E então Deus orientou Elias; primeiro disse-lhe: “Esconde-te”; depois: “Vai, apresenta-te”. Seria errado esconder-nos quando deveríamos estar repreendendo reis em nome do Senhor, assim como seria errado pregar quando o Espírito nos conclama a esperar no Senhor. Precisamos aprender a mesma lição que Davi: “Somente em Deus, ó minha alma, espera silenciosa” (Sl 62.5). Qual de nós teria coragem de pedir a Deus para remover todas as suas muletas? Os caminhos de Deus não são os nossos caminhos. Os caminhos dele são inescrutáveis, mas ele os revela a nós pelo seu Espírito.
    O Senhor mandou que Elias fosse para Querite e depois para Sarepta, para que se hospedasse num hotel de luxo? Não! Ele ordenou a esse profeta de Deus, a esse pregoeiro da justiça, que ficasse no lar de uma viúva pobre.
    E depois, no monte Carmelo, Elias fez uma oração que é uma obra-prima de concisão: “Responde-me, Senhor, responde-me, para que este povo saiba que tu, Senhor, és Deus, e que a ti fizeste retroceder o coração deles” (1Rs 37.18). O escritor E. M. Bounds está com razão quando afirma que só pode fazer uma oração curta e poderosa em público quem mantém uma longa e poderosa comunhão “em secreto”. A petição de Elias não foi no sentido de que os sacerdotes idólatras fossem destruídos, nem que caíssem do céu relâmpagos para aniquilar os rebeldes israelitas, mas, sim, que a glória e o poder de Deus se manifestassem ali.
    Parece que nós estamos querendo ajudar Deus a resolver seus problemas. Foi o que fez Abraão, e até hoje a terra é amaldiçoada por essa loucura dele, com a presença de Ismael. Elias não fez o mesmo; ele procurou dificultar as coisas ao máximo para Deus. Queria fogo do céu, mas ensopou o holocausto de água. Deus gosta de ver uma oração assim, com tal audácia. “Pede-me, e eu te darei as nações por herança e as extremidades da terra por tua possessão” (Sl 2.8).
    Ó meus irmãos pastores, nossas orações, em grande parto, não passam de conselhos que estamos tentando dar a Deus. Elas são caracterizadas pelo egoísmo, pois nossas petições são em nosso favor ou de nossas denominações. Que Deus corrija isso em nós! Nossa meta deve ser apenas Deus. É sua honra que está sendo conspurcada; é seu bendito Filho quem está sendo ignorado, suas leis que estão sendo transgredidas, seu nome profanado, seu Livro esquecido, e sua casa está-se tornando um círculo social.
    O momento em que Deus precisa exercitar mais paciência com seus filhos é quando estes estão orando.
    Ficamos dizendo para ele o que deve fazer e como o fará. Além disso, julgamos outros e fazemos apreciações deles. Fazemos tudo, menos a verdadeira oração. E não é na escola bíblica que iremos aprender essa arte. Qual é a escola bíblica que tem em seu currículo uma disciplina chamada “Oração”? A lição mais importante que se pode aprender é a da oração que a Bíblia ensina. Mas quem dá aulas dela? Sejamos honestos e reconheçamos que muitos de nossos professores e diretores de escola bíblica não oram, não choram, não conhecem as dores de parto. Será que podem ensinar o que não sabem?
    Aquele que conseguisse levar os crentes a orar, seria quem, abaixo de Deus, produziria o maior avivamento que o mundo já viu. Em Deus não há falhas. Ele é poderoso. “... é poderoso para fazer... conforme o seu poder que opera em nós”. O problema de Deus hoje não é o comunismo, nem a Igreja Romana, nem o liberalismo, nem o modernismo, não. O grande problema dele hoje é o fundamentalismo morto!

    ResponderExcluir
  20. Ruach - Espírito dos Animais É interessante notar que os animais também possuem ruach, FOLEGO VENTO GAS nitrogênio, oxigênio e gás carbono. DO-DICIONARIO-(CENTELHA espírito humano) nitrogênio, oxigênio e gás carbônico-EU DIGO QUE O QUE DEUS SOPROU NO HOMEM FOI MUITO MAIS SUBLIME DO QUE MUITOS ERUDITOS ENTENDEM, E A CENTELHA, Mas para diferenciar dos seres humanos e de Deus, na maioria das vezes o ruach dos animais é traduzido como “fôlego de vida”. Esta forma de traduzir também está de acordo com o sentido original da palavra. Veja estes exemplos: MAS NO HOMEM DEUS SOPROU DANDO A SUA FAGULHA DE VIDA COMO DEUS CRIOU OS ANIMAIS?ELE NÃO SOPROU NOS ANIMAIS Composição do ar-Ar é o nome da mistura de gases presentes na atmosfera da Terra. O ar seco é composto de nitrogênio, oxigênio e gás carbônico.
    “Porque estou para derramar águas em dilúvio sobre a terra para consumir toda carne em que há fôlego (ruach) de vida debaixo dos céus: tudo o que há na terra perecerá.” - Gênesis 6:17. MAS TEM ANIMAIS QUE VIVE NAS AGUAS E NÃO MORREM AFOGADOS E TEM RESPIRAÇÃO SE O VENTO QUE RESPIRAMOS E O ESPIRITO DE DEUS ESTES ANIMAIS TEM O MESMO ESPIRITO DE DEUS? DAÍ OS ESPIRITAS PODEM TER ALGUMA FORÇA, MAS FORJANDOS SOBRE O HOMEM TER VINDO DOS ANIMEIS. (ruach, FOLEGO VENTO, GAS nitrogênio, oxigênio e gás carbônico). DICIONARIO (CENTELHA espírito humano) nitrogênio, oxigênio e gás carbônico-EU DIGO QUE O QUE DEUS SOPROU NO HOMEM FOI MUITO MAIS SUBLIME DO QUE MUITOS ERUDITOS ENTENDEM, E A CENTELHA,De “toda a carne, em que havia fôlego (ruach) de vida, entraram de dois em dois para Noé na arca.” - Gênesis 7:15. DEUS NÃO SOPROU A ECENCIA DA VIDA QUE VOLTA A DEUS - NOS ANIMAIS - ECLESIASTE- 12:7 E o pó volte a terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu. “Porque o que sucede aos filhos dos homens”, “Sucede aos animais; o mesmo lhe sucede: como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego (ruach) de vida, e nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais...” QUER DISER DO ,CORPO FISICO
    Eclesiastes 3:19 O MESMO QUER DISER A RESPIRAÇÕA O VENTO QUE LEVA OS GAZES PARA O CORPO Ruach - Traduzido como Vento, Sopro, Hálito e Respiração. OU SEJE- OXIGÉNIO,E GÁS CARBONICO,MAS DEUS E ESPIRITO,OU VENTO GASES?
    O CORPO VOLTA AO PÔ (OFISICO) E OS GASES SE DISPERÇAM NO ESPAÇO, AFINAL PARA QUE SER CRENTE SE NÃO TEM NADA,O QUE VAI RESSUCITAR NA FILOSOFIA DESTAS PESSOAS
    A palavra ruach aparece 379 vezes em 348 versos no Velho Testamento e, embora seja traduzida como espírito em vários textos, ruach também é traduzida como fôlego de vida, vento, sopro e ar. Note que não há nenhuma interpretação particular nesta direção. Este é realmente o significado original da palavra ruach.OXIGENIO,E GAS CARBONICO, Veja outras traduções possíveis, sinônimos de espírito: “... Deus fez soprar um vento (ruach) OXIGENIO, E GAS CARBONICO sobre a terra e baixaram as águas” DEUS PELO SEU IMENÇO PODER FES BAIXAR A AGUA -

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Pecados Secretos
      “... Essas pessoas frequentemente enganam-se a si mesmas e aos outros, passando por bons cristãos, quando na realidade ainda não estão salvos. Muitos não são descobertos até que a morte e o julgamento tragam tudo à luz. Esses auto-enganadores parecem chegar até à porta do céu certos de sua admissão, mas no fim não conseguem entrar. (Mateus 7:22) Muitos me dirão naquele dia: “Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?”. Rogo-lhes encarecidamente que apliquem aos seus corações e retenham firmemente esta reflexão que é um alerta, isto é, que multidões perecem por causa de algum pecado secreto, o qual, não este escondido apenas dos outros, mas, devido não perscrutarem seus próprios corações, está escondido até deles mesmos. Um homem pode estar isento de poluições patentes, e, contudo, morrer por causa de algum pecado que passa despercebido; e existem os seguintes doze pecados ocultos, pelos quais, almas descem aos milhares para os recintos da morte eterna. Precisam investigar cuidadosamente estes pecados e considerá-los como marcas negras onde quer que se encontrem, e, como reveladores de um estado não regenerado e, se amam suas vidas, notem os mesmos cuidadosamente com zelo santo para que vocês não se revelem ser as pessoas referidas....”

      Excluir
  22. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (1). Ignorância crassa e voluntária (Oseias 4:6) Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus filhos. .
      Oh, quantas almas infelizes estão sendo mortas por este pecado, embora pensem sinceramente que têm bons corações e que estão preparadas para o reino de DEUS . Este pecado é o assassino que executa milhares silenciosamente, sem que nada suspeitem e sem que vejam a mão que os destrói. Não importa quais sejam as desculpas que apresentem para a ignorância, eles descobrirão que ela e um pecado que destrói a alma (Isaias 27:11; Quando os seus ramos estão secos e se quebram, as mulheres fazem fogo com eles, pois esse é um povo sem entendimento. Por isso aquele que o fez não tem compaixão dele, aquele que o formou não lhe mostra misericórdia. 2 Tessalonicenses 1:8; Ele punirá os que não conhecem a Deus e os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus. 2 Coríntios 4:3) Mas se o nosso evangelho está encoberto, para os que estão perecendo é que está encoberto.. Ah, como teria afligido nossos corações se tivéssemos visto aquele horrível espetáculo em que os pobres protestantes eram jogados num celeiro e vinha um açougueiro, com suas mãos manchadas com sangue humano, e os conduzia um por um de olhos vendados para um cepo onde os matava um após outro em grande numero, a sangue frio. Mas seus corações devem sofrer muito mais ao pensar nas centenas que a ignorância destrói em segredo e conduz de olhos vendados para o cepo. Tomem cuidados para que este não seja o seu caso. Não justifiquem a ignorância; se pouparem esse pecado, saibam que ele não os poupará; e será que alguém abrigaria um assassino em seu seio?

      Excluir
    2. (2). Reservas secretas quanto à entrega a Cristo. Renunciar a tudo por Cristo, odiar pai e mãe, sim, renunciar à própria vida por Ele, “dura é este discurso". (Lucas 14:26). Alguns farão muitas coisas, mas não querem ser servo do criador do universo, que os salvará. Jamais chegam a ser totalmente devotados a Cristo nem completamente submissos a Ele. Precisam ter o doce pecado; não querem prejudicar a si mesmos; têm exceções secretas para a vida, para a liberdade ou para a posição social. Muitos aceitam a Cristo dessa maneira e jamais levam em conta os Seus termos de autonegação, nem avaliam o custo; e este erro fundamental estraga tudo e os arruína para sempre (Lucas 14:28-33).

      Excluir
    3. (3). Formalidade na religião. Muitos descansam no lado externo da religião e no cumprimento exterior de seus deveres sagrados. E muitas vezes isto engana efetivamente os homens e certamente os invalida mais do que a impiedade, à semelhança do que aconteceu com o fariseu. Ouvem, jejuam, oram, dão esmolas, e, portanto,
      não admitirão que não estão em ótimas condições espirituais. Entretanto, descansando na obra feita e falhando no trabalho do coração, no poder interior e na vitalidade da religião, acabam caindo no fogo por causa de sua esperança ilusória e da persuasão confiante de que estão bem preparados e a caminho do reino de deus. Oh, que situação terrível quando a religião de um homem só serve para endurecer seu coração e efetivamente iludir e enganar a sua própria alma!

      Excluir
    4. (4). O predomínio de motivos errados nos deveres santos. Esta era a ruína dos fariseus. Oh, quantas almas infelizes são destruídas por causa disso e caem no inferno antes que descubram o seu erro! Fazem suas "boas obras" e pensam que tudo está bem, mas não percebem que estão sendo impulsionadas continuamente apenas por motivos carnais. É verdade que até mesmo no caso dos verdadeiramente santificados, às vezes objetivos carnais parecem renascer; mas é sempre matéria de seu ódio e humilhação, e jamais chegam a dominá-los, nem subjugá-los de novo. No entanto, quando a mola mestra que comumente leva o homem aos deveres religiosos é um objetivo carnal, tal como a satisfação da consciência, a obtenção da reputação de que e religioso, ser notado pelos homens, mostrar seus próprios dons e talentos, evitar a censura de que é uma pessoa profana e não religiosa, ou coisa semelhante, isso revela um coração não regenerado. Ó cristãos, se quiserem evitar o auto-engano então deem atenção não apenas às suas ações, mas também aos seus motivos.

      Excluir
    5. (5). Confiança em sua justiça própria. Isso é um mal que destrói a alma. Quando os homens confiam na sua justiça própria, certamente rejeitam a de Cristo. Amados, vocês precisam ser vigilantes em tudo, pois não apenas os seus pecados podem arruiná-los, mas, também, os seus deveres. Talvez vocês jamais tenham considerado isso, mas é assim mesmo; sem dúvida alguma, um homem tanto pode perecer por causa de sua justiça aparente e de suas supostas virtudes, como por causa de pecados espesso , ou seja, quando ele confia em coisas como a sua justiça própria e as apresenta diante de Deus para satisfazer a Sua justiça, apaziguar Sua ira, buscar o Seu favor e obter o Seu perdão. Isso significa demitir Cristo do Seu ofício e produzir um salvador a partir de nossas obras e virtudes. Acautelem-se disso, cristãos professos; vocês são muito atuantes, mas isso pode estragar tudo. Quando tiverem feito o máximo e o melhor, fujam de si mesmos para Cristo; reconheçam que suas justiças próprias são como trapos imundos (Filipenses 3:9; Isaías 64:6).

      Excluir
    6. (6). Uma secreta inimizade contra o rigor da bíblia. Muitas pessoas moralmente corretas, cumpridoras de seus deveres religiosos, tem uma amarga inimizade contra o rigor e o zelo para com o verdadeiro evangelho, e odeiam a vida e o poder da palavra de deus. Não apreciam esta solicitude nem gostam que os homens sejam tão zelosos. Condenam os rigores da bíblia como se fossem singularidade, indiscrição, zelo exagerado, e consideram o pregador zeloso e o crente fervoroso nada mais que extremistas. Tais homens não amam a santidade como santidade (porque então amariam a perfeição da santidade), e, portanto, são corruptos em seus corações, seja qual for o bom conceito que tenham sobre si mesmos.

      Excluir
    7. (7). O descanso num certo grau de religião. Quando supõem que já possuem o suficiente para serem salvos, deixam de olhar mais adiante, e assim, Apresenta-se carentes da graça verdadeira, graça essa, que sempre leva os homens a aspirarem a perfeição (Filipenses 3:13; Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, Provérbios 4:18).

      Excluir
    8. (8). O predominante amor ao mundo. Esta é a real evidência de um coração não santificado. "Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não esta nele". (1 Joao 2:15). Mas quão frequentemente este pecado esconde-se sob a capa da confissão pública de fé. Sim, há tal poder de engano neste pecado que, muitas vezes, quando todos podem ver o mundanismo e a cobiça existente na pessoa, ela própria não os pode enxergar em si mesma, e apresenta tantas desculpas e pretextos para justificar seu amor pelo mundo que fica cega e perece no seu autoengano. Quantos e quantos cristãos professos existem cujos corações pertencem mais ao mundo do que a Cristo; são pessoas "que só pensam nas coisas terrenas", e, portanto, inclinam-se, evidentemente, para as coisas da carne e, provavelmente, o seu fim será a perdição (Romanos 8:5; Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. Filipenses 3:19)O destino deles é a perdição, o seu deus é o estômago e eles têm orgulho do que é vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas.. Contudo, fale com tais pessoas e elas lhe dirão, confiantemente, que estimam a Cristo acima de tudo, pois não podem ver suas inclinações carnais por falta de um rigoroso exame de seus próprios corações.
      Se, simplesmente, buscassem com diligencia, logo, descobririam que sua maior satisfação está no mundo e que seu maior cuidado e melhor esforço são empregados para se apossarem do mundo, sinais evidentes de um pecador não convertido. Que a ala religiosa do mundo possa atentar, sinceramente, para isso, a fim de que não venha a perecer em decorrência deste pecado despercebido. Os homens podem ser mantidos longe de Cristo, e isso frequentemente ocorre, tanto pelo amor desordenado aos confortos legítimos, como, pelos seus hábitos ilegítimos.

      Excluir
    9. (9). O domínio da malícia e da inveja contra os que os desrespeitam e os injuriam. Oh, quantos que, tendo a aparência de PIEDADE mas nega com suas ações, lembram as injurias e guardam os ressentimentos, pagando o mal com o mal, amando a vingança e desejando o mal aos que os injuriam. Isto vai, diretamente, contra as regras do evangelho, contra o padrão de Cristo e contra a natureza de Deus. Sem dúvida alguma, quando este mal se mantém fervendo no coração, prevalecendo habitualmente, ao invés de ser odiado, resistido e mortificado, tal pessoa encontra-se realmente em fel de amargura e em estado de morte (Mateus- 18:32- Então o senhor chamou o servo e disse: “Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou”.18-33- Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?”18-34- Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia.18-35-“Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão”. 1 – Joao- 3:14-Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos irmãos. Quem não ama permanece na morte.

      Excluir
    10. (10). Orgulho não mortificado. Quando os homens apreciam mais os louvores dos seus semelhantes do que o louvor de Deus, e colocam o coração na estima, no aplauso e na aprovação humanos, é bem certo que estão vivendo em pecado e longe da verdadeira conversão (João 12:43; pois preferiam a aprovação dos homens do que a aprovação de Deus Gálatas 1:10) Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo. . Quando os homens não veem, nem lamentam, nem gemem sob o orgulho do próprio coração, é sinal de que estão completamente mortos no pecado. Oh, quão ocultamente esse pecado vive e reina em muitos corações; e eles não sabem, mas, desconhecem a si mesmos
      (Joao 9:40) Alguns fariseus que estavam com ele ouviram-no dizer isso e perguntaram: “Acaso nós também somos cegos?” .

      Excluir
    11. (11). Um dominante amor pelo prazer. Esta é uma marca negra. Quando os homens dão à carne a liberdade que ela deseja, e a mimam e a agradam, ao invés de negá-la e dominá-la; quando o maior prazer é gratificar seus apetites e satisfazer seus sentidos, tudo é falso, não obstante a aparência que tenham de religião. Uma vida que satisfaz à carne não pode agradar a Deus. "E os que são de Cristo, crucificaram a carne..." e têm o cuidado de subjugá-la como a um inimigo (Gálatas 5:24; Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. 1 Coríntios 9:25- Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre.9-26- Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar.9-27- Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.

      Excluir
    12. (12). Segurança carnal. Trata-se de uma confiança presunçosa de que já estão em boas condições. Muitos clamam "paz e segurança", quando uma repentina destruição está vinda sobre eles. Foi essa segurança que manteve as virgens loucas adormecidas, quando deveriam estar trabalhando; que as manteve na cama, quando deveriam estar no mercado. Foi só quando o noivo chegou que perceberam que lhes faltava óleo; e enquanto foram comprá-lo, a porta se fechou. Oxalá aquelas virgens loucas nunca tivessem deixado sucessores! Haveria, no entanto, algum lugar onde eles não estejam? Onde e que eles não habitam? Os homens desejam agradar-se a si mesmos sobre bases sempre tão frágeis, esperançosos de que sua condição seja boa; portanto, não se preocupam em mudar, e, por causa disso perecem em seus pecados.

      Excluir
  23. 7 Características de Falsos Profetas -Por Thomas Brooks
    Satanás trabalha possível e principalmente, por meio de falsos mestres, os quais são mensageiros e embaixadores, para enganar, iludir e sempre destruir as preciosas almas dos homens (Atos 20:28-Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo os colocou como bispos, para pastorearem a igreja de Deus, que ele comprou com o seu próprio sangue.20+29+Sei que, depois da minha partida, lobos ferozes penetrarão no meio de vocês e não pouparão o rebanho.20+30+E dentre vocês mesmos se levantarão homens que torcerão a verdade, a fim de atrair os discípulos. 2 Coríntios 11:13-Pois tais homens são falsos apóstolos, obreiros enganosos, fingindo-se apóstolos de Cristo.11+14+Isto não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça de anjo de luz.11+15+Portanto, não é surpresa que os seus servos finjam que são servos da justiça. O fim deles será o que as suas ações merecem. Efésios- 4:14; O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro. 2 Timóteo 3:4-traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus,3+5+tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também.3+ 6+São esses os que se introduzem pelas casas e conquistam mulheres instáveis sobrecarregadas de pecados, as quais se deixam levar por toda espécie de desejos. ; Tito 1:11-É necessário que eles sejam silenciados, pois estão arruinando famílias inteiras, ensinando coisas que não devem, e tudo por ganância.1- +12+Um dos seus próprios profetas chegou a dizer: "Cretenses, sempre mentirosos, feras malignas, glutões preguiçosos".2 Pedro 2:18-pois eles, com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro.2+19+Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina. Jeremias -23:13). “Nos profetas de Samaria bem vi loucura; profetizavam da parte de Baal, e faziam errar o meu povo Israel” “Assim diz o Senhor acerca dos profetas que fazem errar o meu povo” (Miquéias 3:5). Eles os seduzem, e os desviam do caminho direito para atalhos e para os matagais de erro, blasfêmia e iniquidade, onde eles estão perdidos para sempre. ” (Mateus 7:15). “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores” (Filipenses 3:2). Estes lambem e sugam o sangue das almas: “Guardai-vos dos cães, guardai-vos dos maus obrei-ros, guardai-vos da circuncisão” (Provérbios 7). Estes beijam e matam; estes clamam: paz, paz, até que as almas sejam lançadas no fogo eterno, e etc Agora, a melhor forma de livrar pobres almas de serem iludidas e destruídas por estes mensageiros de Satanás, é expô-los em suas nuances, de modo que, sendo conhecidos, as pobres almas possam evitá-los, e fugir deles como do próprio inferno .Agora você pode conhecê-los pelas seguintes características:

    ResponderExcluir
  24. A PRIMEIRA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres são bajuladores de homens (Gálatas 1:10; Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo. 1- Tessalonicenses 2:1- Irmãos, vocês mesmos sabem que a visita que lhes fizemos não foi inútil.2+2+ Apesar de termos sido maltratados e insultados em Filipos, como vocês sabem, com a ajuda de nosso Deus tivemos coragem de anunciar-lhes o evangelho de Deus, em meio a muita luta.1+3+ Pois nossa exortação não tem origem no erro nem em motivos impuros, nem temos intenção de enganá-los;1+4+ ao contrário, como homens aprovados por Deus para nos confiar o evangelho, não falamos para agradar pessoas, mas a Deus, que prova o nosso coração.
    Eles pregam mais para agradar ao ouvido do que para beneficiar o coração: “Dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e vede para nós enganos” (Isaías 30:10). “Coisa espantosa e horrenda se anda fazendo na terra. Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam pelas mãos deles, e o meu povo assim o deseja; mas que fareis ao fim disto?” (Jeremias -5:30-31). Eles manejam as coisas sagradas mais com sagacidade e galanteio (divertidamente, note-se) do que com temor e reverência. Falsos mestres são matadores de almas. Eles são como cirurgiões malignos, que esfacelam a ferida, mas nunca a curam. A adulação destruiu Aca-be e Herodes, Nero e Alexandre. Os falsos mestres são os maiores abastecedores do infer-no. (Não amarga, mas doce). Não palavras amargas, mas lison-jeiras são as que fazem todo o mal, . Tais mestres ba-juladores são doces envenenadores de almas (Jeremias 23:16-17).

    ResponderExcluir
  25. A SEGUNDA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres são notáveis em elencar sujeira, desprezo e opróbrio sobre as pessoas, nomes e méritos dos mais fiéis embaixadores de Cristo. Assim, Coré, Datã e Abirão acusaram Moisés e Arão, de se elevarem sobre eles, tendo em vista que toda a congregação era santa (Números 16:3). “Vocês tomaram sobre si muito status, muito poder, muita honra, muita santidade; pois o que vocês são mais do que os outros, para que vocês se exaltam tanto?”. E desta forma, os falsos profetas de Acabe contenderam com o bom Micaías, pagando-o com golpes por falta de melhores motivos (1 Reis 22:10-26).
    Sim, Paulo, o grande apóstolo dos gentios, teve o seu ministério atingido e sua reputação atacada por falsos mestres: “Porque as suas cartas”, eles dizem, “são graves e fortes, mas a presença do corpo é fraca, e a palavra desprezível” (2 Coríntios 10:10). Eles mais o desprezaram do que o admiraram; eles o viam como um ignorante, mais do que como um doutor.
    E a mesma dura avaliação teve o nosso Senhor Jesus, da parte dos Escribas e Fariseus, os quais se esforçaram como pela vida para construir seu próprio crédito sobre as ruínas de Sua reputação. E o Diabo nunca dirigiu um tão grande empreendimento nesse sentido quanto nestes dias (Mateus 27:63). Oh, a sujeira, escória e desprezo que são lançados sobre aqueles de quem o mundo não é digno. Eu suponho que os falsos mestres não se importam com as almas(Aquele que voluntariamente menospreza o meu bom nome, involuntariamente acrescenta à minha recompensa).

    ResponderExcluir
  26. A TERCEIRA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres são ventres de invenções e visões de suas próprias mentes e corações. “E disse-me o Senhor: Os profetas profetizam falsamente no meu nome; nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração é o que eles vos profetizam” (Jeremias 14:14). “Assim diz o Senhor dos Exér-citos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas, que entre vós profetizam; fazem-vos des-vanecer; falam da visão do seu coração, não da boca do Senhor” (Jeremias 23:16). Não há multidões nesta nação cujas visões são apenas ilusão dourada, vaidades mentirosas, fantasia de mentes doentias? Estes são os grandes ajudadores de Satanás, e a justiça Divina os lançarão no inferno tal como fará aos grandes malfeitores, se o Médico de almas não impedir isto

    ResponderExcluir
  27. A QUARTA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres facilmente passam por cima das coisas grandes e importantes, tanto da Lei quanto do Evangelho, e insistem nas coisas que são de menor urgência e relevância para as almas dos homens. “Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. Do que, desviando-se alguns, se entrega-ram a vãs contendas; querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam” (1 Timóteo 1:5-7). “Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus. Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem” (Mateus 23:2-3). Os falsos mestres são bons nos menores dos aspectos da lei, e tanto quanto negligentes nas maiores. “Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais” (1 Timóteo 6:3-5). Se tais mestres não são sementes de hipocrisia, eu nada sei (Romanos 2:22). A terra geme por sustentá-los, e o inferno é o seu lugar (Mateus 24:32).

    ResponderExcluir
  28. A QUINTA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres encobrem e colorem seus princípios perigosos e almas-impostoras com discursos mui justos e pretensões plausíveis, com conceitos elevados e expressões dou-radas. Muitos nestes dias são enfeitiçados e enganados, isto é, iluminação, revelação, deificação, triplicidade flamejante, etc. Como prostitutas, pintam seus rostos, cobrem e perfumam suas camas, para melhor seduzir e enganar as almas simples (Gálatas 6:12; 2 Coríntios 11:13-15; Romanos 16:17-18; Mateus 16:6, 11, 12; 7:15), assim, os falsos mestres colocarão uma grande quantidade de pintura e enfeites sobre os seus mais perigosos princípios e blasfêmias, para que possam melhor enganar e iludir as pobres almas ignorantes. Eles sabem que o veneno adocicado desce suavemente; eles embrulham suas perniciosas pípulas-de-matar-almas em ouro.

    ResponderExcluir
  29. A SEXTA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres esforçam-se mais para ganhar os homens para as suas opiniões, do que para melhora-los em suas conversações. “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós” (Mateus 23:15). Eles se ocupam mais sobre a mentalidade dos homens. Seu labor não é para melhorar os corações dos homens, e en-direitar as suas vidas; e nisto eles são muito mais parecidos com o seu pai, o Diabo, que não poupará esforços para ganhar os prosélitos.

    ResponderExcluir
  30. A SÉTIMA CARACTERÍSTICA
    Os falsos mestres fazem negócio dos seus seguidores. “E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita” (2 Pedro 2:1-3). Eles buscam os seus bens mais do que o seu bem; e preocupam-se mais com o serviço de si mesmos, do que com a salvação de suas almas. Então, se eles podem ter os seus bens materiais, eles não se importam, que Satanás tenha as suas almas (Apocalipse 18:11-13). Se eles puderem no máximo tomar a sua bolsa, eles seguirão adiante tais princípios como se fossem mui indulgentes com a carne. Os falsos mestres são os grandes adoradores do bezerro de ouro (Jeremias 6:13). Agora, por meio destas características, vocês podem conhecê-los, e assim evitá-los, e manter as suas almas fora das suas perigosas armadilhas; e que possam minhas orações encontrar-se com as suas diante do trono de graça.

    ResponderExcluir
  31. Relativismo, uma ameaça à fé cristã - não é absoluto; depende de outra coisa “Isa”. 5.20. “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que põem as trevas por luz, e o amargo por doce, e o doce por amargo.” A sociedade pós-moderna tem sido severamente assolada pelo relativismo. Trata-se de uma “teoria filosófica que se baseia na relatividade do conhecimento.” A (sabedoria popular, por sua vez, cunhou-nos uma célebre premissa) “Isso é relativo”! sugere-nos a inexistência de verdades absolutas e nos remetem a episódios históricos profundamente lastimáveis. O Poderoso Império Romano, por exemplo, rejeitava implacavelmente o monoteísmo cristão. A simples menção de um Deus, absolutamente superior a qualquer um de seus vários deuses, inclusive ao próprio imperador – também divinizado – era, simplesmente, insuportável. Os romanos, normalmente tolerantes em matéria de religião, revelaram súbita e visceral intolerância diante da insistente reivindicação cristã acerca de seu (único) Redentor. O relativismo atingiu todas as esferas do comportamento humano: moral, social e mesmo religiosa. Tornou-se o pressuposto filosófico do ambíguo diferentes sentidos código de ética vigente, cuja assombrosa flexibilidade estimula ao abandono de valores historicamente consistentes, em detrimento de outros, presumivelmente “modernos” e, paulatinamente agregados ao comportamento social, acabam desencadeando diversos conflitos existenciais. Todavia, enquanto assistimos ao descalabro desta sociedade pecadora e que não mostra arrependimento, ocorre-nos que a crise ética, que inexoravelmente a corrói – embora peculiar, longe de ser exclusiva ou particular, ela infectou o cristianismo moderno e ameaça comprometer o VERDADEIRO EVANGELHO, E CONSCECUTIVAMENTE PREGAM UM JUSUS FALSO. Ao redor do mundo, diversas denominações cristãs vivem uns verdadeiros colapsos DO QUE E O VERDADEIRO DEUS O CRIADOR, provocado pela sutil infiltração de normas de conduta, bem como de preceitos nitidamente pagãos e destrutivos, Que aviltam a identidade DO QUE E ER UM VERDADEIRO SERVO DO ETERNO, e deturpam a natureza de sua excelsa missão, ESQUESCEM QUE A MISSAÕ E INDIVIDUAL, gerando uma temível permissividade Cada vez mais distante das Escrituras, ministros e ministérios parecem confusos; incapazes de discernir entre o que é certo ou errado; hesitam diante de questões claramente tratadas pela Bíblia, como homossexualismo, a justiça social ou a conduta do cristão na sociedade – exatamente como os compatriotas do profeta Isaías: “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que põem as trevas por luz, e o amargo por doce, e o doce por amargo.” Isa. 5.20.

    ResponderExcluir
  32. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne[8], seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.

    ResponderExcluir
  33. 06+Dogma+COMPLETO-Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.ECICLOPEDIA-Um dogma(do grego δόγμα, plural δόγματα) , no campo filosófico, é uma crença/doutrina imposta, que não admite contestação. No campo religioso é uma verdade divina, revelada e acatada pelos fiéis. No catolicismo os dogmas surgem das Escrituras e da autoridade da Igreja Católica, AUTORIDADE DA IGREJA ICAR, ESA IGREJA NO -3- SECULO INTITUIU MUITOS DOGMA,OS PATRIARCA E OS PROFETA E OS APOSTOLO ERAM MONOTEISTA E NÃO TRINITARIANOSO termo DOGMA está ligado à ideologia, ou conjunto de princípios que servem de base à um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.NA QUE SETRATA E A AUTORIDADE DA ICAR, NÃO DA BIBLIASão verdades absolutas que não permitem a discussão. São um conjunto lógico, sitemático de representações (idéias, valores) e de normas ou regras (de conduta) Indicam ou prescrevem aos membros da sociedade o que devem pensar e como devem pensar, o que devem valorizar e como devem valorizar, o que devem sentir, fazer e como, VOCE ENTREGARIA A SUA CONCIENCIA A UM GRUPO DE TEOLOGO PARA MOLDAR SUA CONCIENCIA NO QUE ELES PENÇA OU FICARIA COM O ASIM DIZ O SENHOR.Possui caráter prescritivo, normativo, regulador, cuja função é dar aos membros de uma sociedade dividida em classes uma explicação racional para as diferenças sociais, políticas e culturais. [editar] Referências
    Trinitarianismo
    3 - Esta única Pessoa é o Pai - O testemunho da Bíblia é que existe uma única Pessoa que é Deus. Quem então é esta Pessoa? Ele é o Pai. Numerosos textos Bíblicos identificam o único Deus como o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Algumas destas Escrituras são as seguintes:

    João 17:3 “... a Ti só, por único Deus verdadeiro...”.
    Romanos 15:6 “... glorifiqueis ao Deus e Pai de nosso Senhor...”.
    I Cor. 8:6 “... para nós, há um só Deus, o Pai...”.
    I Cor. 15:24 “... a Deus, o Pai.”
    II Cor. 1:3 “... o Deus e Pai de nosso Senhor...”.
    Efésios 1:17 “... O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo...”.
    Efésios 4:6 “... Um só Deus e Pai de todos...”.
    ITess. 3:13 “... Nosso Deus e Pai...”.
    Tiago 3:9 “... o Deus e Pai...”
    II João 3 “... de parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai.”

    A unidade de Deus não é composta. Um Deus significa uma pessoa. Esta única pessoa é o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir